Home / Gastronomia / Gastón Acurio é eleito o melhor restaurante da América Latina

Gastón Acurio é eleito o melhor restaurante da América Latina

ines menacho

Ontem, em Lima, em uma noite memorável para os peruanos, o restaurante Astrid y Gaston, que ocupa o 14º lugar no ranking mundial, foi eleito o melhor da América Latina, ao vencer o restaurante paulistano D. O. M., de Alex Atala, que obteve o segundo lugar, apesar de aparecer na lista principal como o sexto do mundo. A escolha é realizada pela inglesa Restaurant, responsável pelo prêmio considerado o Oscar da gastronomia.

Anunciada durante festa que começou às 19h30 (21h30, horário de Brasília), no Country Clube Lima Hotel, a ´premiação terminou à 0:50 h de hoje contemplou mais oito brasileiros num claro predomínio dos paulistas. O restaurante Mani (SP) de Helena Rizzo, que também recebeu o trofeu de melhor chef mulher da América Latina, obteve a quinta posição. O 10 º lugar ficou com outra mulher, igualmente gaúcha, a chef Roberta Sudbrack, que tem restaurante homônimo no Rio de Janeiro, aberto depois de ela comandar por cinco anos as caçarolas do Palácio da Alvorada, onde serviu refeições a reis, rainhas, presidentes, chefes de estado e comitivas no governo FHC.

Outros três paulistanos Mocotó, Fasano e Attimo obtiveram respectivamente o 16º, 23º e 32º lugares, Ainda na lista o carioca Olympe, do chef francês Claude Troisgros, que conquistou a 35ª posição. Fora do eixo Rio-São Paulo, o único premiado foi o Remanso do Bosque, dos irmãos Castanho, que ficou em 38º lugar e o último brasileiro da lista foi o Epice, de Sao Paulo, no 41º.

Outro destaque da premiação foram os argentinos que conquistaram 15 lugares, quase um terço da lista. Vinte e nove países latino-americanos tiveram restaurantes votados no primeiro ranking da região.

Reconhecida no mundo inteiro como o indicador mais confiável dos melhores lugares para comer no planeta, a lista divulgada anualmente pela revista inglesa é elaborada por críticos, chefs, jornalistas e fanáticos por gastronomia, conhecidos por foodies. O júri do prêmio latino-americano é composto por 252 membros, todos da região. Cada um votou em sete restaurantes que tenha efetivamente visitado nos últimos 18 meses. Desse total, pelo menos três devem estar fora do país de origem do votante.

Lima e São Paulo sempre disputaram o título de capital gastronômica da América Latina. Agora, com a escolha da cidade peruana para sede do prêmio e a eleição do melhor restaurante da região não há mais dúvida sobre quem representa a vanguarda na mesa. Pelo segundo ano consecutivo, o Peru foi eleito o melhor destino gastronômico da América Latina no ranking do World Travel Awards, divulgado em julho.

Veja quem são os 10 primeiros da lista:

 1) Astrid y Gastón, de Lima (Peru)

2) D.O.M., de São Paulo (Brasil)

3) Pujol, da Cidade do México (México)

4) Central, de Lima (Peru)

5) Maní, de São Paulo (Brasil)

6) Biko, da Cidade do México (México)

7) Malabar, de Lima (Peru)

8) Boragó, de Santiago (Chile)

9) Tegui, de Buenos Aires (Argentina)

10) Roberta Sudbrack, do Rio de Janeiro (Brasil)

 

 

 

 

fonte:http://migre.me/fXEwQ

Comentários

Scroll To Top